Gratidão e superação: Marido celebra transferência de jovem suspeita de Câncer

"Marido de Jovem Transferida de Hospital em Niterói Expressa Gratidão" Carlos Daniel do Nascimento, marido de Priscila Oliveira da Costa, 26 anos, manifesta sua gratidão após a transferência da esposa para o Hospital Universitário Antônio Pedro (Huap-UFF) em Niterói. Priscila, auxiliar de veterinário e moradora do Complexo do Viradouro, suspeita de linfoma não-Hodgkin, enfrentou dificuldades para obter vaga em uma unidade capaz de realizar a biópsia necessária para iniciar o tratamento. O casal, que tem um filho de 7 anos, enfrentou uma jornada desafiadora em busca de atendimento adequado para Priscila. O marido, aliviado com a transferência, compartilhou a notícia: "Ela acaba de ir para o leito! O cirurgião já veio verificar ela. Vai iniciar os exames hoje e dar começo na tratativa pra que ela possa se recuperar o mais rápido possível. Deixo aqui novamente a minha gratidão." O Huap-UFF informa que a paciente está em fase de avaliação pelos médicos, e ainda não é possível determinar os próximos passos. A unidade esclarece que só pode compartilhar informações sobre o estado de saúde com familiares ou pessoas autorizadas.
Facebook
Twitter
WhatsApp

A emocionante jornada de Priscila Oliveira da Costa, 26 anos, moradora do Complexo do Viradouro, teve um capítulo crucial com sua transferência para o Hospital Universitário Antônio Pedro (Huap-UFF), em Niterói. Diagnosticada com suspeita de linfoma não-Hodgkin, Priscila enfrentou dificuldades para obter atendimento e realizar a biópsia essencial para o início do tratamento.

Carlos Daniel do Nascimento, marido de Priscila, expressou alívio e gratidão: “Ela acaba de ir para o leito! O cirurgião já veio verificar ela. Vai iniciar os exames hoje e dar começo na tratativa pra que ela possa se recuperar o mais rápido possível. Deixo aqui novamente a minha gratidão.” O casal, com um filho de 7 anos, vivenciou uma saga marcada pela busca desesperada por cuidados médicos.

A transferência, resultado de uma liminar obtida na Defensoria Pública, destaca a complexidade do sistema de saúde e a luta de muitos brasileiros por atendimento digno e urgente. O Huap-UFF informa que a paciente está sob avaliação médica, e os próximos passos serão determinados pelos profissionais de saúde.

Facebook
Twitter
WhatsApp

Leia Mais