Pedido de liberdade de Flordelis negado Justiça do RJ mantém prisão por condenação no caso do Pastor assassinado

Pedido de liberdade de Flordelis negado Justiça do RJ mantém prisão por condenação no caso do Pastor assassinado
Facebook
Twitter
WhatsApp

A ex-deputada federal Flordelis dos Santos de Souza viu seu pedido de habeas corpus ser negado pela 2ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJRJ). A decisão foi unânime. O relator do caso, o desembargador Peterson Barroso Simão, rejeitou categoricamente a solicitação de liberdade. Ele sustentou que não havia nenhum atraso injustificado na tramitação do processo, contrariando os argumentos da defesa da ex-parlamentar.

Simão também enfatizou que qualquer prorrogação nos prazos processuais ocorreu devido à complexidade do caso, que envolve um grande número de réus, e aos incidentes processuais provocados pela defesa de um dos acusados.

O magistrado ainda justificou a manutenção da prisão preventiva de Flordelis, especialmente após sua condenação pelo Tribunal do Júri. Ele argumentou que a decisão de manter os condenados sob custódia foi baseada na periculosidade da ré e na necessidade de preservar a ordem pública.

Por fim, Simão refutou a alegação de que não houve revisões periódicas da prisão preventiva. Ele esclareceu que tal revisão já ocorreu antes da sessão plenária e que agora a responsabilidade pela revisão recai sobre a Vara de Execuções Penais

Facebook
Twitter
WhatsApp

Leia Mais