Um possível doador de coração para Faustão é um jogador amador de futebol que faleceu recentemente.

Um possível doador de coração para Faustão é um jogador amador de futebol que faleceu recentemente.
Facebook
Twitter
WhatsApp

Fábio Cordeiro da Silva, aos 35 anos, foi vítima de um Acidente Vascular Cerebral (AVC) e suspeita-se que seu coração tenha sido transplantado para o apresentador de TV. A cirurgia ocorreu no domingo, 27, e as informações foram divulgadas pelo portal “Metrópoles”.

Apesar de a Secretaria de Estado de Saúde ainda não ter confirmado oficialmente a informação, acredita-se que Fábio tenha sido escolhido como doador porque o coração foi transportado de helicóptero de Santos até o local onde Faustão estava internado. A família de Fábio decidiu doar seus órgãos, entre eles o coração.

Fábio sofreu o AVC na última quarta-feira, 23, enquanto realizava um trabalho como azulejista em um apartamento. Foi encontrado no dia seguinte, com paralisia do lado direito do corpo. Após passar por uma cirurgia cerebral na Casa de Saúde de Santos, teve morte cerebral confirmada no sábado.

Conhecido como “esquerdinha”, devido à sua habilidade jogando pela lateral esquerda no futebol, Fábio já havia interrompido sua carreira anteriormente após passar mal em campo. Após exames que não detectaram problemas, retornou ao esporte. Sua última partida ocorreu no domingo, 20, apenas três dias antes do AVC.

O Avenida Futebol Clube, equipe em que Fábio Cordeiro da Silva jogava, divulgou uma nota de pesar pela morte do atleta nas redes sociais. Destacaram sua contribuição para o futebol amador, sua passagem pelos diversos times e a eterna saudade que deixará. O clube agradeceu por todos os momentos em que vestiu a camisa vermelha e branca, afirmando que ele sempre fará parte da família Avenida.

Faustão, após a doação, submeteu-se a uma cirurgia de transplante para tratar sua insuficiência cardíaca. Ele estava hospitalizado no Hospital Albert Einstein desde o dia 5 de agosto. O apresentador ocupava a segunda posição na fila de espera e, na madrugada de domingo, recebeu a oferta de um coração que foi aceita após a avaliação de compatibilidade.

A Central de Transplantes do Estado de São Paulo apresentou 12 pacientes que atendiam aos requisitos para o transplante. Desses, quatro estavam com prioridade, sendo Faustão o segundo da lista. O primeiro paciente recusou o órgão, mas as razões não foram divulgadas. Isso fez com que o coração fosse disponibilizado para o segundo paciente da fila, que era o apresentador.

A cirurgia, que durou cerca de 2 horas e meia, foi considerada um sucesso pelo Hospital Albert Einstein. Faustão permanece na UTI para acompanhamento da adaptação do órgão e controle de rejeição. A oferta do órgão ocorreu apenas sete dias após sua inclusão na lista de espera por meio do Sistema Único de Saúde (SUS).

Facebook
Twitter
WhatsApp

Leia Mais