Nesta quinta-feira (31), Davi de Souza Esteves, ex-subtenente reformado da Polícia Militar, decidiu se apresentar à Divisão de Homicídios de Maricá.

Nesta quinta-feira (31), Davi de Souza Esteves, ex-subtenente reformado da Polícia Militar, decidiu se apresentar à Divisão de Homicídios de Maricá.
Facebook
Twitter
WhatsApp

Esteves estava entre os indivíduos procurados como parte da operação conduzida pelo Gaeco, que tinha como objetivo prender os responsáveis pela morte de quatro pessoas em Maricá, incluindo um jornalista, um vereador e o filho de um político.

Em 24/08, o Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MPRJ) já havia detido Rodrigo José Barbosa da Silva, conhecido como Rodrigo Negão, e Vanessa da Matta, também conhecida como Vanessa Alicate.

As investigações em curso estão focadas em identificar quem deu as ordens para os assassinatos, que ocorreram no ano de 2019. As vítimas desses homicídios incluem o jornalista Romário da Silva Barros, o vereador Ismael Breve, o filho do político Thiago André Marins e Sidnei da Silva, cunhado da esposa de Rodrigo Negão.

Facebook
Twitter
WhatsApp

Leia Mais