Chefes do tráfico do Rio desaparecem após ‘Saidão’ de Natal: SL e Bin Laden foragidos

Chefes do tráfico do Rio desaparecem após 'Saidão' de Natal: Saulo Cristiano e Bin Laden em Fuga
Facebook
Twitter
WhatsApp

No início do ano, o Rio de Janeiro já enfrenta casos de foragidos, com 253 presos que não retornaram aos presídios após a Visita Periódica ao Lar (VPL), sendo agora considerados fugitivos. Dentre eles, destacam-se Saulo Cristiano Oliveira Dias, conhecido como SL, e Paulo Sérgio Gomes da Silva, o Bin Laden, ambos ex-chefes da maior facção de tráfico no Rio. Saulo Cristiano, do Complexo do Chapadão, cumpre pena por homicídio qualificado e associação para o tráfico, enquanto Bin Laden liderou o tráfico na favela Dona Marta, em Botafogo, Zona Sul.

A evasão de 14% representa uma redução significativa em comparação com os 42% registrados no ano anterior. Saulo Cristiano obteve autorização para visitar a família em feriados após decisão da juíza Larissa Maria Nunes, enquanto Bin Laden, condenado por tráfico de drogas, recebeu o benefício pela primeira vez, destacando o caráter ressocializador do instituto, conforme avaliação da juíza Viviane Ramos de Faria.

A Visita Periódica ao Lar beneficia presos em regime semiaberto, com bom comportamento e que cumpriram ao menos um sexto da pena, permitindo a reunião familiar em datas comemorativas. Com os chefes do tráfico em fuga, as autoridades intensificam os esforços para recapturá-los, enquanto avaliam os critérios para concessão desses benefícios.

Facebook
Twitter
WhatsApp

Leia Mais